16/06/2012

Benditos todos aqueles que tem a quem ligar, mandar uma mensagem especial, aqueles que tem a quem oferecer lembranças,a quem oferecer seu tempo, seu carinho ,seu amor.
Benditos aqueles que tem uma companhia pra o cinema, pra andar de mãos dadas a beira do mar, ou até quem sabe ficar apenas comtemplando o pôr do sol e a lua.
Benditos os que respeitam seus parceiros, os que confiam, os que tem a paz da certeza do amor do outro, os que despem sua alma, aceitam o amor, e estão dispostos a tentar e enfrentar até o fim pra que tudo dê certo.
Benditos os que apostam pela verdade em suas relações, apostam pelo diálogo, e que entendem que no amor tudo pode ser dito, e tudo pode ser entendido.
Benditos os que todos dias ao dormir e acordar, continuam escolhendo a mesma mulher, continuam a deseja-la de forma intensa, continuam tendo a mesma admiração que tinham no inicio do amor.
Benditos os que sabem que o tempo, é uma vantagem pra o amor, que quanto mais ele passa, mais forte o amor poderá se tornar, e mantém as mesmas atitudes e promessas feitas no passado de pé.
São benditos tambem os que se encontram sozinhos, porque apostam pela sua verdadeira companhia.
Não cedem a pressões sociais, pra que estejam em relacionamentos formais, mas que não trarão alegrias. São benditos ao se darem tempo pra que o amor chegue na hora certa, quando tiver que ser.
Benditos são tambem os que amam,os que carregam um grande amor, amam em silêncio, cuidam a distância, porque não saberiam como expressar em palavras os sentimentos transmitidos por aquela pessoa especial.

Foto: Gostar de alguem que não gosta de nós, é tortura, é dor,é vazio, é sofrimento, é tudo, menos amor.
Certo que amor não se escolhe, não se controla,não decidimos a quem amar, e nem quando devemos amar.
Mas podemos decidir e apostar pelo amor próprio, pela auto-estima.Podemos decidir que já ultrapassamos todos os limites.
Podemos decidir e encarar que por amor não se luta, não se obriga, não se ensina, não se implora.
Não forçamos a presença de um amor, não lutamos pelo que não possuimos.
O que é realmente nosso não precisa de lutas, de desgastes, de jogos, o que é nosso nos pertence de forma simples e natural.
Declare o seu amor, diga todos sentimentos que aquela pessoa lhe desperta sempre que se faz presente. Indiferente ela não ficará, mas se isso não for suficiente pra que ela fique com você, encontre formas de seguir, encontre formas de esquecer, encontre formas de superar.
Não fique forçando a barra, alimentando ilusões e criando situações que possam vir a magoa-la mais tarde.
Sabemos quando somos amadas, sentimos quando somos desejadas, então se por algum momento você sentir que esse amor a quem você tanto tem se dedicado não a tem correspondido, hora de arrumar os sentimentos e  seguir um novo caminho. Sem magóas, sem rancores, apenas com a certeza de que algum dia encontrará alguém que  a mereça.
Um outro amor poderá surgir, mas antes que surja outro amor, terà provado o maior amor de todos que é o “Amor Próprio.”


Imelda Sitole

Um comentário:

  1. Ótima postagem.
    Realmente bendito aquele que tem esses sentimentos, que tem alguém para compartilhar o amor e os momentos.
    Sou um deles inclusive, que nos últimos 7 anos sinto esse amor crescendo no coração.

    Abraço!

    ResponderExcluir

Deixa eu te agradecer desde já! Obrigada pela visita! A casa é sua....